Tráfego pago: Conheça os principais canais de mídia paga em que você deve investir

Se beneficie de resultados rápidos investindo em tráfego pago.

Com o baixo alcance orgânico das publicações, a mídia paga vem se tornando mais comum nas estratégias de Inbound Marketing das empresas para alcançar um maior público.

A compra de mídia pode acelerar os resultados do seu negócio quando a persona e o estágio do funil de vendas estão sendo usados corretamente.

Ainda não é familiarizado com o tráfego pago? Quer entender melhor de como usar essa estratégia de marketing digital da sua marca?

Estamos aqui para tirar suas dúvidas! Leia abaixo.

5 principais motivos para investir em mídia paga

  1. Direcione mais tráfego para seu site ou blog

O Inbound Marketing emprega estratégias projetadas para atrair e converter clientes voluntariamente. Para isso, são criados conteúdos e ofertas pensados para alcançar as pessoas durante todo o processo de compra. Para quem está iniciando ou ainda não tem um bom tráfego, o processo pode não ser tão rápido, pois depende de fatores como posicionamento orgânico e capacidade de produção de conteúdo.

Com disso, você pode atrair mais pessoas para seu site ou blog e torná-lo conhecido através de mídia paga em um curto período de tempo. Cada anúncio criado (independentemente da mídia) tem um link para uma página, que pode ser do seu site, um artigo no seu blog ou uma página de destino que você cria para fornecer conteúdo rico e gerar leads.

  1. Obtenha resultados mais rápidos

Com mídia paga os resultados são mais previsíveis e rápidos. Ao se preparar para uma campanha paga você já pode estimar o resultado. Os primeiros resultados surgem em um período muito curto de tempo desde o momento que o anúncio é lançado.

É comum usar os anúncios do Facebook como meio pago para gerar mais tráfego e leads nas Landing Pages publicadas.

Com um baixo investimento e campanhas segmentadas que direcionam tráfego, é possível gerar os primeiros Leads rapidamente.

  1. Identifique e segmente seu público

Um dos erros mais comuns é investir no tráfego pago sem saber o público que deseja atingir. Você deve conhecer e entender as características do seu público (faixa etária, gênero, localização) e interesses (produto A ou B).

A mídia paga precisa ser direcionada, mesmo que você não tenha uma persona criada (o que é recomendado). É importante conhecer pelo menos suas características e dores.

Cada mídia paga tem um recurso de segmentação. Por exemplo: Google Ads pelo uso de palavras-chave, Facebook Ads pela seleção de interesses e o Linkedin Ads por cargos, empresas ou segmentos.

  1. Flexibilidade de investimento

Uma pergunta comum para quem está começando é: quanto devo investir? A resposta pode variar muito, pois cada negócio é único e depende do que você deseja alcançar.

A mídia paga permite que você execute testes sem grandes investimentos. Avalie como seu público responderá e quanto custará cada aquisição, seja Lead ou cliente.

Se fizer sentido, otimize e aumente gradualmente o investimento. Certifique-se de analisar se você está atingindo o ROI (retorno sobre o investimento) esperado.

  1. Meça facilmente os resultados

Uma das grandes vantagens do tráfego pago é a facilidade de mensuração dos resultados. O desempenho da campanha pode ser monitorado em tempo real nos mínimos detalhes.

Você poderá entender melhor o comportamento do seu público, especialmente suas preferências por determinados tipos de conteúdo.

Para cada campanha patrocinada é possível avaliar indicadores como aumento de tráfego, geração de Leads, envolvimento com as publicações e vendas geradas.

Formatos de mídia paga que podem ajudar na sua estratégia de Inbound Marketing

Há vários formatos para anunciar conforme o seu objetivo. Os mais conhecidos são:

Links Patrocinados (PPC ou Pay Per Click)

Os links patrocinados são os conteúdos em destaque quando você procura por alguma palavra-chave no mecanismo de busca do Google. Esses anúncios colocam sua empresa em uma posição de destaque nos resultados das buscas que talvez você não alcançasse com uma ação orgânica.

Você cria uma campanha de link patrocinado por meio do Google Ads e a direciona para o público-alvo de sua empresa por meio das segmentações.

Para que seu anúncio por links patrocinados seja eficiente, alguns passos são fundamentais, como definir as palavras-chave iniciais e o horário, tempo e local de abrangência da campanha.

Remarketing

São anúncios exibidos em outros sites para quem visitou uma página de seu site. Com ele, seu anúncio o faz relembrar dos seus produtos ou serviços.

Para usar o remarketing, você pode usar Google Ads com sua rede display (sites parceiros do Google). Pode fazer, também, com o Facebook Ads e adicioná-la ao site da sua empresa e definir listas de remarketing específicas para cada página visitada.

Assim, quando esse possível cliente acessar essa página, ele entra para a lista automaticamente. Essa é uma ótima oportunidade de criar anúncios com assuntos complementares aos que o visitante viu no site da sua empresa, e atraí-lo para uma nova Landing Page, por exemplo.

Social Ads (anúncios em redes sociais)

Hoje, as redes sociais são os canais online mais acessados, e onde geralmente se concentra a maior quantidade de potenciais clientes.

Assim como o relacionamento e as postagens em cada uma das redes sociais devem considerar o público e o perfil delas, com os anúncios pagos é a mesma coisa. Nem sempre todas as redes sociais fazem sentido para investimento.

Por isso sua empresa deve escolher a que tem mais potencial de alcance do público-alvo.

Facebook

Hoje é considerada a maior rede social do mundo e investir nela possibilita ampliar o relacionamento com clientes e possíveis clientes, ampliar o número de curtidas na fanpage de comentários em posts patrocinados e gerar Leads.

Uma vantagem do Facebook são as audiências customizadas, que facilitam que sua empresa trabalhe com um segmento de usuários determinado e delimitado por você. Podem ser seus clientes ativos, Leads ou várias outras opções que venham dos seus contatos.

Saiba mais no post:

Facebook ADS: 5 motivos pra usar a ferramenta e vender mais

LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede social voltada para assuntos profissionais. Por isso, ela pode ser a melhor opção para empresas B2B que trabalham com um público de negócios e cargos de decisão. Essa rede social é excelente para conhecer muito bem o perfil de cada usuário: ela tem acesso a informações como cargo, empresa (tamanho, segmento etc.), experiência na função, escolaridade, etc.

Assim, você pode segmentar bem e encontrar perfis muito qualificados que dificilmente seriam encontrados com essa precisão em outros canais. Por isso, é ótima para atrair visitantes qualificados e gerar Leads mais preparados para conhecer seu produto ou serviço.

Instagram

O Instagram tem uma das maiores audiências na internet, com mais 400 milhões de usuários. Isso mostra que muitos dos seus potenciais clientes podem estar nesta rede. Criar anúncios no Instagram traz visibilidade, atração e reconhecimento da sua empresa.

Os vídeos curtos, as fotos e as imagens em “carrossel” são ótimos para ajudar na disseminação de metodologias e dos diferenciais de seus produtos e serviços da sua empresa.

Para fazer anúncios nessa rede, você deve usar o Instagram Ads, que pode ser acessado diretamente no gerenciador de anúncios do Facebook. Essa ferramenta pode ser usada para gerar cliques e conversões no seu site, instalações de aplicativos, mais visualizações de vídeos, etc.

Waze

O Waze é uma mistura de aplicativo de colaboração e rede social. Ele pode ser um excelente aliado para empresas locais em grandes centros, pois seu sistema de anúncios funciona como um outdoor que aparece em um raio de 5km dos locais onde os motoristas estão. Também é possível clicar no seu ícone para saber mais sobre você ou para navegar diretamente até sua localidade.

Twitter

O Twitter é uma rede social mais acessada através de dispositivos móveis. Isso pode ajudar sua empresa a ser descoberta ou ampliar o número de seguidores, aumentar o alcance da marca por meio dos tópicos de assunto e gerar tráfego e Leads com os tweets patrocinados.

YouTube

Se sua empresa tem um público que se interessa por conteúdos em vídeo, além de apostar nesse formato para produção própria de materiais, vale tentar os anúncios no Youtube para divulgação da sua marca e para geração de Leads. Vale destacar que os anúncios em vídeo do Youtube são vinculados ao Google Ads.

Após criar uma conta, é lá que você vai gerenciar seus anúncios e observar os resultados.

Native Ads (Anúncios Nativos)

São anúncios relacionados ao contexto dentro sites de notícias e conteúdo. As principais plataformas do mercado são Taboola e Outbrain. Eles têm no inventário de parceiros de publicação (publishers) portais como Exame, MSN, Time, CNN, ESPN, Mashable e outros.

Eles recomendam links para seu conteúdo ao lado ou abaixo dos artigos que aparecem nesses sites de notícias, de modo a conduzir os leitores para o seu site. Em outras palavras, essas plataformas de anúncios nativos (artigos patrocinados) ajudam sua audiência a descobrir um novo conteúdo que eles não estavam procurando.

Nós da Flow Digital podemos te ajudar com sua empresa!

Alem de fazermos tráfego pago, criamos uma estratégia bem elaborada de campanhas personalizadas realmente eficazes para que sua empresa ganhe destaque e venda muito.

Preencha o formulário abaixo e peça uma consultoria.

Nome(Requirido)
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
90% do sucesso das vendas é o relacionamento com os clientes
Saiba como o marketing pode diminuir o ciclo de vendas

Sua opinião é importante pra gente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu